Electrólitos

Também Conhecido como:
Nome formal: Painel Electrolítico
Testes relacionados: Sódio, Potássio, Cloreto, CO2



1. O que é o hiato aniónico (“anion gap”)?

 

 

1. O que é o hiato aniónico (“anion gap”)?

O hiato aniónico (“anion gap” – AG) é um valor calculado, que utiliza os resultados obtidos de um painel electrolítico. É usado para ajudar a distinguir entre a acidose metabólica com hiato-aniónico e a acidose metabólica sem hiato-aniónico. A acidose significa excesso de ácido no organismo; esta condição pode perturbar muitas das funções celulares e, quando presente, deverá ser detectada o mais rapidamente possível. O AG é muitas vezes utilizado no hospital e/ou nas salas de urgências para ajudar a diagnosticar e controlar doentes com doenças agudas. Quando se identifica uma acidose metabólica hiato-aniónico, o AG pode ser usado para ajudar a controlar a eficácia do tratamento e da condição subjacente.

 

De forma específica, o hiato-aniónico avalia a diferença entre as partículas eléctricas determinadas e as não determinadas (iões ou electrólitos) na porção líquida do sangue. De acordo com o princípio da neutralidade eléctrica, o número de iões positivos (catiões) deve ser igual ao número de iões negativos (aniões). No entanto, nem todos os iões se determinam regularmente. O resultado do AG é representativo dos iões não mensuráveis. A fórmula mais usada é:

 

 

Hiato Aniónico (AG) = Sódio – (Cloreto + Bicarbonato [CO2 total])

 

No entanto, existem outras fórmulas para calcular o AG, por isso os valores de referência poderão não ser os mesmos. Os valores de referência devem ser referenciados de acordo com a fórmula usada por cada laboratório.

 

O hiátco aniónico não é um teste específico. Aumenta quando o número de aniões não mensuráveis aumenta, indicando um estado de acidose metabólica com hiato-aniónico, mas não fornece indicações de qual poderá ser causa do desequilíbrio. A acidose metabólica deve ser tratada de forma a restabelecer o equilíbrio ácido-base, mas a condição subjacente a esse desequilíbrio deverá também ser identificada e tratada. As causas podem incluir diabetes não controlada, inanição, lesão renal e ingestão de substâncias potencialmente tóxicas, como os anticongelantes, quantidades excessivas de aspirina ou metanol. Poderá ocorrer também uma diminuição do hiato aniónico; esta condição é mais comum quando a albumina (uma proteína com carga negativa) está presente em concentrações baixas, enquanto que as imunoglobulinas (proteínas com carga positiva) se apresentam em concentrações elevadas.

 

 




Última data modificada06.10.2010

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.