AST

Também Conhecido como: Transaminase glutâmico-oxalacética sérica; SGOT
Nome formal: Aspartato aminotransferase
Testes relacionados: ALT, Fosfátase Alcalina, Bilirrubina, Liver Panel



Como é utilizado?

Quando é solicitado?

O que significa o resultado?

Há mais alguma coisa que deveria saber?

 

 

Como é utilizado?

O teste de AST é normalmente utilizado para detectar lesão hepática

 

Os níveis de AST também são muitas vezes comprados com os níveis de outras enzimas hepáticas, fostatase alcalina (ALP) e alanina aminotransferase (ALT), para determinar a forma de doença hepática presente.

 

Embora a AST se encontre no coração e noutros músculos, existe outra enzima, a creatina quinase (CK), que está presente em quantidades muito maiores e que é normalmente utilizada para detectar lesão cardíaca ou muscular.

 

 

Quando é solicitado?

O teste de AST é solicitado juntamente com outros testes para avaliar um paciente que tem sintomas de doença hepática. Alguns destes sintomas incluem icterícia (olhos e pele amarelada), urina escura, náuseas, vómitos, inchaço abdominal, aumento de peso fora do comum, e dor abdominal. O teste de AST também pode ser solicitado, de forma isolada ou com outros testes para:

 

  • indivíduos que têm um historial conhecido de possível exposição ao vírus da hepatite,
  • aqueles que bebem demasiado álcool,
  • indivíduos cujas famílias têm um historial de doença hepática, ou
  • indivíduos que tomam fármacos que possam, ocasionalmente, danificar o fígado.

 

Em indivíduos com sintomas mais leves, como fadiga e perda de energia, o teste de ALT pode realizar-se para assegurar que estes não têm doença hepática crónica. A ALT utiliza-se normalmente para monitorizar o tratamento de pessoas que têm doença hepática, e o teste pode ser solicitado de forma isolada ou juntamente com outros testes.

 

 

O que significa o resultado?

Níveis de AST muito altos (10 vezes mais altos do que o nível normal) devem-se normalmente a hepatites agudas, muitas vezes devido a uma infecção viral. Nas hepatites agudas, os níveis de AST permanecem elevados cerca de 1 a 2 meses, mas podem demorar 3 a 6 meses a voltar ao normal. 

 

Os níveis de AST não estão muitas vezes elevados na hepatite crónica, normalmente 4 vezes menos altos do que o normal. Nas hepatites crónicas, os níveis de AST variam entre o normal e o ligeiramente elevado. Por esta razão, o médico solicita frequentemente o teste para ver se existe um padrão que defina a doença hepática.

 

 Em algumas doenças hepáticas, principalmente quando há um bloqueio dos ductos biliares, quando o indivíduo tem cirrose, e na presença de outros tipos de cancro de fígado, a AST deve ter valores próximos do normal, mas eleva-se mais frequentemente do que a ALT (este é um padrão observado noutras doenças hepáticas). A AST também pode aumentar depois de ataques cardíacos e lesões musculares, normalmente para um grau muito mais elevado do que a ALT.

 

 

 

Há mais alguma coisa que deveria saber?

A gravidez pode fazer diminuir os níveis de AST. Estes podem aumentar através de um disparo ou de uma injecção no tecido muscular, ou através da prática de exercício extenuante.

Em casos raros, alguns fármacos podem aumentar os níveis de AST provocando lesão hepática ou muscular. Isto acontece tanto para os medicamentos prescritos como para os produtos saudáveis “naturais”. Se o médico descobrir que o paciente tem níveis de AST elevados, informe-o de todos os medicamentos e produtos naturais que está a tomar.

 

 




Última data modificada14.01.2010

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.