Folato

Também Conhecido como: Cobalamina; Ácido Fólico; Folato eritrocitário
Nome formal: Vitamina B12 e Folato
Testes relacionados: Hemograma Completo, CMP



Como é utilizado?

Quando é solicitado?

O que significa o resultado?

Há mais alguma coisa que deveria saber?

 

Como é utilizado?

A vitamina B12 e o folato solicitam-se principalmente para ajudar a diagnosticar a causa de uma anemia macrocítica. Solicitam-se como testes complementares perante um hemograma com glóbulos vermelhos grandes, e uma baixa concentração de hemoglobina. Também se pode solicitar o folato, a vitamina B12 e outros testes para ajudar a avaliar o estado geral de saúde e nutricional de um doente com sinais de malnutrição ou malabsorção. Entre esses doentes incluem-se os alcoólicos e aqueles com doenças associadas à malabsorção, como a doença celíaca, doença de Crohn e fibrose quística. A vitamina B12 e o folato também podem solicitar-se para ajudar a diagnosticar a causa das alterações mentais e comportamentais, principalmente nos mais idosos.

A vitamina B12 pode solicitar-se juntamente com o folato, de forma isolada, ou com outros testes de rastreio- para ajudar a diagnosticar a causa de neuropatia.

 

Em doentes com deficiências de vitamina B12 e folato já conhecidas, estes testes podem ser solicitados para ajudar a monitorizar a eficácia do tratamento. Estes testes são realmente importantes nos doentes que não conseguem absorver vitamina B12 e/ou folato e que têm que fazer tratamento toda a vida.

 

Tanto o folato sérico como o folato intra-eritrocitário ajudam a detectar uma deficiência. Alguns médicos acreditam que o folato intra-eritrocitário é clinicamente mais relevante do que o folato sérico, mas não existe um consenso geral acerca do assunto.

 

[Voltar ao topo]

 

Quando é solicitado?

A vitamina B12 e o folato solicitam-se quando, durante o estudo de sintomas de anemia, é detectada no hemograma a presença de células macrocítica.

Quando um indivíduo, principalmente nos mais idosos, apresenta alterações mentais e comportamentais, tais como irritabilidade, confusão, depressão e/ou paranóia, os testes de vitamina B12 e folato facilitam o diagnóstico da causa subjacente. Também se podem solicitar quando o doente tem sintomas físicos que sugerem uma deficiência de vitamina B12 ou de folato, incluindo tonturas, fraqueza, cansaço ou irritação na boca ou língua.

 

Quando o doente tem sintomas que sugerem lesão nervosa, tais como formigueiro, queimaduras ou insensibilidade nas mãos, braços, pernas e/ou pés, o teste de vitamina B12 deve ser solicitado para ajudar a diagnosticar a causa e para detectar a presença de uma deficiência de vitamina B12. A determinação de vitamina B12 pode solicitar-se de forma isolada, juntamente com a determinação de folato, e/ou como parte de uma avaliação laboratorial mais alargada.

 

Quando o doente apresenta sinais de malnutrição ou malabsorção, ou se sabe que tem uma doença que afecta a absorção de certos nutrientes, a vitamina B12 e o folato podem solicitar-se como parte de uma avaliação geral de saúde. Quando um bebé em fase de amamentação apresenta uma deficiência de vitamina B12 ou de folato, a mãe também deve realizar o teste para verificar se esta tem uma deficiência que está a afectar ambos.

 

Quando o doente está a ser tratado por uma deficiência de vitamina B12 ou de folato, pode ocasionalmente fazer o teste para avaliar a eficácia do tratamento. Num indivíduo com uma deficiência nutricional, este pode ser realizado como uma forma de vigiar o doente. Num indivíduo com uma doença que provoca uma deficiência crónica, a realização destes testes fazem parte de um plano de tratamento a longo prazo.

 

[Voltar ao topo]

 

O que significa o resultado?

O médico procura deficiência de vitamina B12 e/ou de folato. Se um doente sintomático tem baixas concentrações de vitamina B12 e/ou de folato, então é provável que este tenha algum grau de deficiência. Os resultados do teste vão revelar a presença da deficiência, mas não reflectem necessariamente a gravidade da anemia ou a neuropatia associada à deficiência ou à sua causa subjacente.

Se o doente com uma deficiência de vitamina B12 ou de folato está a ser tratado com suplementos (ou com injecções de vitamina B12), os resultados normais ou elevados indicam uma resposta ao tratamento.

 

Os níveis elevados de vitamina B12 e de folato não são clinicamente monitorizados. As elevadas concentrações de vitamina B12 podem observar-se em doenças como leucemia ou insuficiência hepática. As elevadas concentrações de folato podem observar-se em casos de anemia perniciosa e com alimentações vegetarianas.

 

[Voltar ao topo]

 

Há mais alguma coisa que deveria saber?

Se o doente apresenta deficiência de Vitamina B12 e de folato, mas toma apenas suplementos de ácido fólico, a deficiência de vitamina B12 pode estar mascarada. A anemia associada pode ser resolvida, mas a neuropatia subjacente (lesão nervosa) persistirá.

O teste de Schilling solicitava-se com frequência para confirmar um diagnóstico de anemia perniciosa como a causa de uma deficiência de vitamina B12. Ainda se solicita ocasionalmente mas tem caído em desuso, uma vez que implica a administração de vitamina B12 radioactiva. Este teste tem sido substituído, em parte, pela determinação dos anticorpos anti-factor intrínseco e anti-células parietais.

 

Os fármacos que podem fazer diminuir os níveis de vitamina B12 e de ácido fólico incluem os contraceptivos orais, estrogénios, álcool e alguns antibióticos.

 

[Voltar ao topo]




Última data modificada04.10.2010

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.